Organizações

Parceiras



Voluntariado edp



Entrar no site

  •  
     


Voluntariado edp > Organizações Parceiras > Quem pode ser Parceiro?

Quem pode ser Parceiro?

A qualquer altura uma potencial OP (Organização Parceira) poderá entrar em contacto com a EDP através do e-mail voluntariado@edp.pt para aderir ao PVEDP, ou ser proposta por qualquer colaborador EDP (que até pode ser já voluntário da mesma nos seus tempos livres), sendo que esse pedido deve ser comunicado à Equipa do PVEDP.
 

Posteriormente esta entrará em contacto com a potencial OP para se estabelecer um protocolo de parceria.
 
Para apresentar a sua inscrição como Organização Parceira do PVEDP, deve preencher as seguintes condições:
 
  1. Constituir-se como uma entidade sem fins lucrativos, designadamente instituições de solidariedade social, instituições sem fins lucrativos ou organizações não governamentais (e em alguns casos, instituições de ensino), legalmente constituídas como associações, cooperativas, federações ou confederações;

  2. Estar legalmente constituída e ser reconhecida como “instituições de utilidade pública”, “Instituições particulares de solidariedade social” ou equiparadas;

  3. Dispor de estrutura e capacidade suficientes para garantir a boa execução das atividades dos voluntários;

  4. Não ter práticas discriminatórias;

  5. Ter um bom ambiente organizacional;

  6. Ter um colaborador designado para a função de gestão de voluntários,o qual deverá responder pelo acompanhamento dos voluntários na organização/instituição, e ser o interlocutor da equipa do Programa de Voluntariado EDP;

  7. Ter desenhados perfis de posto dos voluntários;

  8. Realizar entrevistas com os voluntários proponentes para posterior seleção;

  9. Ter estabelecidas regras e procedimentos no âmbito do trabalho em que os voluntários estão envolvidos;

  10. Dar orientação, formação inicial e contínua aos voluntários;

  11. Estar contemplada a avaliação da atividade desenvolvida pelos voluntários (incluindo o report das presenças);

  12. Ter estabelecidas formas de reconhecimento dos voluntários.